Mães pela Graça

Neste Dia das Mães, queremos celebrar a vida daquelas que receberam do Senhor essa responsabilidade e privilégio. Sabemos que nem sempre é tarefa fácil; mas Deus concede graça, dia após dia. Podemos ver o agir de Deus na vida de muitas mães na Bíblia e na história, aprendendo com o exemplo dessas mulheres.

Em 1Samuel 1-2, lemos a história de Ana, mãe do profeta Samuel. Ela sentia profunda tristeza por não ter filhos, mas, ao invés de viver amargurada, levou suas angústias a Deus em oração. E, quando o Senhor lhe concedeu o filho tão desejado, Ana entendeu que o menino não lhe pertencia, consagrando-o ao Senhor.

No Novo Testamento, o exemplo de Eunice é notável. Não sabemos muito a seu respeito, além de que era fiel ao Senhor e mãe de Timóteo. O apóstolo Paulo lembra-se dela como uma pessoa de fé sem fingimento (2Tm 1.5), que instruiu o filho de acordo com as Escrituras.

E, claro, não podemos nos esquecer de Maria, a mãe do Salvador. Ao ser visitada pelo anjo Gabriel, submeteu-se aos planos de Deus, dizendo: “Aqui está a serva do Senhor” (Lc 1.38). Ela foi obediente e corajosa. Não se orgulhou, mas engrandeceu a Deus e nEle se alegrou (Lc 1.46-47).

Essas mulheres não era perfeitas, e suas vidas não estavam imunes a desafios e dificuldades. O que nos inspira em suas histórias é sua fé no Senhor. Elas sabiam que dependiam da graça de Deus para exerceram a maternidade com fidelidade. Que o exemplo delas e das mães ao nosso redor sempre nos encoraje e nos inspire!

Texto: Luiza Zagonel
Revisão: Joyce Melo

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
jÁ CONHECE NOSSO PODCAST?
Nos siga nas redes sociais
confira agora
Posts Recentes
Artigo

Vivendo à luz do evangelho

Ao tentar identificar verdadeiros cristãos, podemos olhar para suas obras, sua cosmovisão, e o modo como ela afeta suas decisões e práticas cotidianas, as verdades imutáveis, a morte e a ressurreição de Cristo, devem ser vistas na vida de um cristão genuíno, até nas atividades mais banais e corriqueiras.

Na epístola de I João, redigida provavelmente por João, o apóstolo a quem Jesus amava, podemos enxergar em sua fala práticas e costumes de verdadeiros cristãos que têm suas ações direcionadas pelo evangelho.

LEIA MAIS »
Artigo

Pastor, onde está o seu coração?

“Aquele que mantém seu coração distante do Senhor
demonstra que faz da humanidade mortal a sua força.”

Sabe aquele tipo de comentário que você não planeja ouvir, porém, por estar passando perto, acaba escutando? Pois é, certa vez ouvi dois cristãos conversando sobre um verso do livro do profeta Jeremias que diz o seguinte: “Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor.” (Jr 17.5).

LEIA MAIS »

Quer saber mais sobre o STG e nossos cursos?